Livro de homenagem ao Chefe Silva chegou a Lafões

Livro de homenagem ao Chefe Silva chegou a Lafões

Confraria recebe prenda no 24º aniversário

Tendo acompanhado de perto a preparação do livro de homenagem ao Chefe Silva, promovido pela Confraria dos Gastrónomos da Região de Lafões e assinalando o 5º aniversário da sua partida, a Confraria levou a cabo várias iniciativas de confecção dos pratos com as receitas do Mestre, com vista a que fossem registadas fotograficamente para o livro.

E como todos os esforços merecem ser recompensados, os mil exemplares do livro chegaram à Confraria no fim de semana que celebravam o seu 24º aniversário. Assim, a 20 de Dezembro um novo capitulo abre-se para a Confraria, com mais um livro promovido por essa instituição que tem como missão a defesa, promoção e divulgação do rico património gastronómico da Região.

O livro do Chefe Silva “Memórias gastronómicas (em Lafões)”, junta-se assim ao livro Carta Gastronómica da Região de Lafões e ao Aromas da Terra “Ervas aromáticas do Vale de Lafões”, como grandes divulgadores da gastronomia de Lafões, deixando assim um enorme legado para o futuro.

Ainda sem data oficial para o lançamento, o livro já pode ser adquirido através da página oficial de Facebook ou para o mail da Confraria: gastronomoslafoes@mail.telepac.pt

Costuma-se dizer “não julgues o livro pela capa”, mas neste caso esta frase encaixa na perfeição. O livro de capa dura contendo 142 páginas apresenta-se muito bem paginado e ilustrado com fotografias de excelente qualidade, tendo os pratos confeccionados sido fotografados pelo experiente Paulo Choupeiro.

As receitas estão igualmente perceptiveis e apelativas a que se parta à aventura na cozinha para preparar as iguarias. O índice foi bem elaborado e cada item no devido lugar, dando assim uma sequência lógica ao livro, tal como o receituário, também com índice, escalonado por regiões: Região de Lafões, Amares e Caldelas, e receituário da Campoaves.

O livro não se restringe apenas ao receituário, contém algumas páginas dedicadas a homenagens escritas de forma sentida e poéticas por parte dos confrades Carlos Almeida e Joaquim Cardoso, mensagens dos Presidentes dos três Municípios de Lafões e do Edil de Amares, terra natal do Chefe Silva, memórias por parte da Direcção da Confraria, da Campoaves, e dois tocantes textos do confrade Carlos Rodrigues. Igualmente tocadas pelo sentimento são as palavras do filho e da neta do Chefe Silva.

Complementa o livro uma série de artigos da comunicação social. Abrindo o apetite para que desfrute deste livro, inclui uma curiosa entrevista imperdível em que o Chef afirma: A minha mulher não me queria na cozinha”.

(Fonte: Aníbal Seraphim)

Deixe uma resposta